Cardiologia pediátrica no Brasil

Infelizmente as doenças cardíacas não atingem somente os adultos. Como vimos anteriormente, crianças podem sofrer de diversas doenças do coração, geralmente provenientes de causas específicas. E justamente por ainda não ser possível evitar esse tipo de acometimento, existe uma área da medicina especializada nesse grupo específico, chamada cardiologia pediátrica.

Do que se trata a cardiologia pediátrica?

Um cardiologista pediatra é um pediatra que recebeu um treinamento extensivo em diagnosticar e tratar problemas cardíacos das crianças. A avaliação e o tratamento podem começar com o feto, uma vez que os problemas cardíacos podem agora ser detectados antes do nascimento.

Esse tipo de médico portanto, trata doenças e anormalidades do coração e sistema circulatório em crianças.

Saiba do o que um cardiologista pediatra faz.

Quando um pediatra suspeita de um problema cardíaco, ele ou ela pode pedir a um cardiologista pediátrico para investigar mais. Causas comuns para um encaminhamento para o cardiologista pediatra incluem sopros cardíacos, dor no peito, tontura ou palpitações.

Um cardiologista pediátrico é treinado para executar e interpretar procedimentos como eletrocardiogramas, ecocardiogramas e testes de exercício. Em casos de doença cardíaca mais sérias, um cardiologista pediátrico pode realizar um cateterismo cardíaco, a fim de diagnosticar ou tratar o problema cardíaco da criança. Se a criança precisar ser hospitalizada, o cardiologista pediátrico e o cirurgião cardíaco pediátrico trabalham juntos no planejamento da cirurgia cardíaca, quando necessário. No entanto, em todos os casos o cardiologista pediátrico está lá, a cada passo do caminho.

As crianças são mais propensas a terem doenças congênitas, ou seja, doenças presentes no nascimento, e defeitos do que os adultos. E, além disso, as estatísticas são desoladoras e contam que a cada 100 crianças, uma possui algum tipo de cardiopatia. Por isso essa área é importantíssima para tratar esse grupo específico com uma necessidade tão grande.

O escopo das condições atendidas pelos Cardiologistas Pediátricos é amplo e inclui defeitos congênitos do coração, distúrbios do músculo cardíaco, distúrbios do ritmo, hipertensão e outros distúrbios sistêmicos que afetam o sistema cardiovascular.

Como anda a cardiologia pediátrica no Brasil.

Atuação e abrangência no Brasil

A especialidade já vem sendo estudada desde muito tempo e o Brasil conta com grande centros especializados exclusivamente em cardiologia pediátrica. Em diversos estados brasileiros podemos contar com centros preparados para receber esse tipo de demanda.

Até mesmo os sistemas públicos de saúde contam com locais específicos com exclusivo atendimento para a cardiologia infantil. Distribuídos nacionalmente e aptos a atender pessoas que precisam do atendimento gratuito em cardiologia pediátrica.

O HCor (Hospital do Coração) em São Paulo, por exemplo, possui uma parceria com o Ministério da Saúde Brasileiro visando melhorias no setor. Nesse caso, a intenção é investir no desenvolvimento e na expansão do conhecimento em casos de necessidade de cirurgias para doenças congênitas.

Sabemos de todos os problemas da iniciativa pública no Brasil. E quando se trata da cardiologia infantil na rede privada, de fato, não faltam centros altamente especializados no país.